Como ser um bom vendedor de materiais de construção

9 de agosto de 2018 por na categoria gestão com 0 e 0
Home > Blog > gestão > Como ser um bom vendedor de materiais de construção

Um passo-a-passo simples com o esquema de como ser um bom vendedor

 

Para qualquer empresa, os vendedores são a porta de entrada para as vendas. São eles que, com técnicas, simpatia e muita vontade, agradam os clientes e fecham novos negócios todos os dias. Sendo assim, é importante saber como ser um bom vendedor. E se você é um vendedor ou dono de uma loja de decoração, de materiais de construção ou similares, este artigo com certeza vai te ajudar nas vendas.

Primeiro, vale explicar que o que vamos apresentar aqui já é feito naturalmente pela maioria dos vendedores, mas é bom saber na teoria o que já é aplicado na prática, para que você aprimore seus conhecimentos e técnicas de vendas. Vamos apresentar tudo o que você precisa saber sobre como ser um bom vendedor em uma sequência passo-a-passo.

 

1o passo: desperte a simpatia do cliente por você

Nada pior do que um vendedor que fica nos seguindo dentro de uma loja, mostrando claramente que precisa vender de qualquer jeito, ou aquele carrancudo que dá medo até de dar bom dia para ele! O certo mesmo é você como vendedor seja simpático e natural. Dê bom dia, diga que o cliente é bem-vindo à loja, pergunte se ele aceita um café ou uma água. Não precisa de ser um puxa-saco, apenas aja naturalmente, com educação e simpatia. Assim você cria uma atmosfera tranquila, onde o cliente se sente à vontade, o que é a melhor situação para o próximo passo.

 

2o passo: descubra as dores do cliente

As dores são as reais necessidades e problemas do cliente, ou seja, não é o que ele quer, mas o que ele precisa. Aqui você deve ser um verdadeiro consultor para descobrir as dores e oferecer a solução exata. Veja o seguinte diálogo entre um vendedor e um cliente, um senhor que aparente ter uns 60 anos de idade:

Vendedor – Bom dia. Tudo bem com o senhor? Em que posso ajuda-lo?

Cliente – Preciso trocar o piso da minha casa e quero um porcelanato branco. Quanto custa o mais barato?

Vendedor – Temos este modelo que é muito bom e está com 10% de desconto.

Cliente – Ótimo. Vou levar.

 

Uma venda rápida e eficiente, certo? Sim, foi rápida, mas nada eficiente. Se o vendedor descobrisse a dor real do cliente, a conversa seria assim:

Vendedor – Bom dia. Tudo bem com o senhor? Em que posso ajuda-lo?

Cliente – Preciso trocar o piso da minha casa e quero um porcelanato branco. Quanto custa o mais barato?

Vendedor – Esse piso vai ser colocado aonde? Em sua casa mesmo?

Cliente – Isso, na cozinha da minha casa.

Vendedor – Posso mostrar os modelos que tenho, que são ideais para cozinhas, por serem antiderrapantes?

Cliente – Sim, pode.

Vendedor – Mesmo porque o senhor parece ser uma pessoa que se preocupa com a saúde, certo? E um piso antiderrapante pode evitar escorregões e quedas, que são um perigo para qualquer pessoa.

Cliente – Sim, é verdade.

 

Em resumo, o vendedor percebeu que o senhor queria um novo piso para sua cozinha, mas o que ele precisava era de um piso que oferecesse segurança. Assim a dor foi descoberta, e a venda pode até ser sido melhor, com um valor mais alto, mas não é isso que é o mais importante. O que realmente importa é que esse senhor agora tem grandes possibilidades de voltar a comprar na mesma loja, e provavelmente com o mesmo vendedor.

 

3o passo: negocie com o cliente, mas pensando sempre no melhor para ele

Pode ser que no exemplo da conversa o senhor decida que o piso oferecido é caro demais para ele, e agora chega a parte de negociar. Aqui você tem que ter um conhecimento profundo sobre os produtos da sua loja, para que durante a negociação vá mostrando opções que solucionam as dores do cliente. Neste caso, você como vendedor pode oferecer alternativas de piso mais baratas, mas que tenham a mesma qualidade antiderrapante, até que se chegue a um acordo.

4o passo: finalize o atendimento com entusiasmo

Tendo vendido ou não, é muito importante que você finalize o atendimento com entusiasmo. Faça com que o cliente sinta que você teve prazer em lhe prestar o atendimento. Essa simples atitude faz com que o cliente tenha vontade de voltar a comprar com você.

5o passo: faça uma auto-avaliação

De tempos em tempos faça uma auto-avaliação, levando em conta os seguintes aspectos:

– a satisfação que o cliente sentiu com seu atendimento

– a satisfação que você teve em atender o cliente

– os pontos fracos e fortes que você percebeu no seu atendimento

– o que deu errado para fechar a venda

– o que você pode fazer para melhorar suas técnicas de venda

 

Existem outros aspectos que você mesmo pode levantar, de acordo com suas necessidades e vontades de aprimoramento. E se você perceber que tem algum ponto que precise de melhoria, procure um curso específico para melhorar sua performance.

 

Com todos esses passos, você tem como ser um bom vendedor, dia após dia! E se você quiser mais dicas sobre vendas, pode recebe-las em seu e-mail. É só se cadastrar em nossa newsletter.

Adicionar comentário

© 2017 Todos os direitos reservados - Bergan Cubas e Lavatórios de Vidro ~ Desenvolvido por Toulouse Comunicação